Resenha: Uma Carta de Amor

julho 21, 2014, by Bia Rodrigues

Título: Uma Carta de Amor.
Autor(a): Nicholas Sparks.
Páginas: 288.
Editora: Arqueiro.
Onde Comprar: Livraria Cultura e Saraiva.
Classificação: ★★★

“Seus sentimentos dizem muito sobre você (...) Você é o tipo de pessoa que ama para sempre.”

Há três anos, a colunista Theresa Osborne se divorciou do marido após ter sido traída por ele. Desde então, não acredita no amor e não se envolveu seriamente com ninguém. Convencida pela chefe de que precisa de um tempo para si, resolve passar férias em Cape Cod. Durante a semana de folga, depois de terminar sua corrida matinal na praia, Theresa encontra uma garrafa arrolhada com uma folha de papel enrolada dentro.

Ao abri-la, descobre uma mensagem que começa assim: “Minha adorada Catherine, sinto a sua falta, querida, como sempre, mas hoje está sendo especialmente difícil porque o oceano tem cantado para mim, e a canção é a da nossa vida juntos.”

Comovida pelo texto apaixonado, Theresa decide encontrar seu misterioso autor, que assina apenas “Garrett”. Após uma incansável busca, durante a qual descobre novas cartas que mexem cada vez mais com seus sentimentos, Theresa vai procurá-lo em uma cidade litorânea da Carolina do Norte. Quando o conhece, ela descobre que há três anos Garrett chora por seu amor perdido, mas também percebe que ele pode estar pronto para se entregar a uma nova história. E, para sua própria surpresa, ela também.

Unidos pelo acaso, Theresa e Garrett estão prestes a viver uma história comovente que reflete nossa profunda esperança de encontrar alguém e sermos felizes para sempre.

Ler Nicholas Sparks é sempre um desafio para mim, eu me interesso pela historia da maioria dos livros do autor, porem sempre fico com receio de ler os livros. Não foi diferente com Uma carta de amor e acho que a unica coisa que realmente me impulsionou a ler o livro é por essa temática envolvendo cartas. 

A premissa do livro é muito boa e a forma como o autor começou a historia também segue um ritmo muito bom, já nós dando a chance de conhecer uma personagem interessante como a Theresa. Theresa é uma mulher comum, não pense que vai ter algo extraordinário na personagem que vai te chamar a atenção, o que chama a atenção nela é exatamente a "normalidade". Uma mulher divorciada que trabalha, cuida da casa e do filho. O tipo de mulher que você encontra sempre, nada de extraordinário.

Eu gostei da forma como o Nicholas Sparks escolheu as características de Theresa e trabalhou muito bem como essa "normalidade", não deixando que ela se tornasse um personagem menos interessante por não ter nada de extraordinário. O extraordinário da personagem é exatamente ser uma mulher que te lembre mulheres reais.

Já com Garrett o caso é diferente, ele pode parecer de inicio um personagem interessante e romântico, alguém que mesmo após anos ainda escreve cartas a alguém que ama e as joga ao mar, mas na verdade o personagem não conseguiu me conquistar em nada. Ele pode ser até romântico e carinhoso, mas tudo que consegui ver nele era alguém ranzinza que não parecia ter vontade de seguir em frente.

A leitura é rápida, porem mesmo assim alguns momentos foi bem cansativa e passou arrastada. Nicholas Sparks escreve de forma simples, uma narrativa gostosa e que só teve momentos cansativos por causa do Garrett que foi mesmo um personagem que não conquistou em momento algum.

Outro ponto a destacar que me incomodou muito na leitura, e que no geral me incomoda nos livros do autor, é o final. Não me incomodo com os acontecimentos finais, mas sim como tudo acontece tão rápido, transmite a sensação de que de repente ele percebeu que tinha quinze paginas e precisava jogar o final da historia ali, e quando me refiro a jogar me refiro a jogar mesmo, apenas soltar um final.

Este livro só não se tornou uma leitura ruim por causa de Theresa, diria que a personagem carregou o livro nas costas. Risos.


Acompanhe o blog também em: Facebook Twitter Instagram

7 comentários

  1. não tenho muito interesse em nicholas sparks, não sei porq :c
    XOXO
    onthislastday.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Tenho esse mesmo problema com Nicholas Sparks, Bia. Me interesso pelas premissas mas como não sou grande fã de romance acabo nem indo atrás. Só li Querido John, e também achei o final jogado. Bom saber que não estou só. [rs] Ótima resenha.

    Abraço!
    http://constantesevariaveis.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Olá Bia!
    Sou apaixonada pela escrita do Nicholas Sparks, e confesso que nunca senti essa falta de conexão com algum personagem... Espero não sentir isso nesse livro também, rs.
    Estou com o livro aqui, mas sem tempo para ler. Não posso dizer que não estou ansiosa para lê-lo logo e tirar minhas próprias conclusões.
    Ótima resenha :D
    Beijos,
    Ana M.
    www.vicioemlivros.com

    ResponderExcluir
  4. O único livro que li do Nicholas foi "A última música". Amei a escrita e como ele desenvolve a leitura, porém também me incomodei com o final ter se desenvolvido de maneira tão rápida!

    Beijão,
    http://destemidagarota.blogspot.com
    http://youtube.com/user/giovannadieguez

    ResponderExcluir
  5. Hey, Bia!

    Confesso que não gosto muito dos livros do Nicholas. Acho que nada muito meloso me agrada e infelizmente a maioria dos livros dele são assim hahaha.
    Mas gostei muito da resenha, inclusive devo elogiar que sua escrita é muito boa :D

    Beijão
    Priscila Veiga.

    ResponderExcluir
  6. Oi, Bia! Eu sou super fã de Nicholas, mesmo seus livros sendo clichês e sempre ter alguém que morre neles, rs.
    Já li "Uma carta de amor" e, apesar de não ser meu livro favorito dele, eu gostei bastante. Sempre gosto desse toque de tristeza que seus livros têm...

    Beijos!

    www.oblogdasan.com

    ResponderExcluir
  7. Olá,

    Ouvi falar muito deste autor,dos seus livros maravilhosos,mas ainda não pude ter nenhuma de suas obras em mãos. Só que preciso tomar vergonha na cara e comprar um kk

    Vejo tantas resenhas como esta,que fico encantada *-*

    Beijos e aguardo sua visita! ;)

    Blog: http://www.meianoitebr.com/
    Facebook: http://www.facebook.com/BlogMNBR

    ResponderExcluir

Leio todos os comentários com muito carinho e sempre respondo, então volte para conferir.

Instagram

Like us on Facebook

About us