Resenha: Seis Coisas Impossíveis

janeiro 24, 2014, by Bia Rodrigues

Título: Seis Coisas Impossíveis
Autora: Fiona Wood
Páginas: 272
Editora: Novo Conceito
Onde Comprar: Compare os preços
Classificação: ★★★

Dan Cereill levou um encontrão da vida: seu pai faliu, assumiu que é gay e separou-se de sua mãe, tudo de uma vez só. Enquanto isso, sua mãe recebeu de herança uma casa tombada pelo patrimônio histórico que cheira a xixi de cachorro, mas que não pode ser reformada... E, agora, Dan está vivendo em uma casa-relíquia que parece um chiqueiro, com uma mãe supertriste e sem conseguir falar com o pai — que ele ama muito. Suas únicas distrações são sua vizinha perfeita, Estelle, e uma lista de coisas impossíveis de fazer, como:

1. Beijar a garota.
2. Arrumar um emprego.
3. Dar uma animada na mãe.
4. Tentar não ser um nerd completo.
5. Falar com o pai quando ele liga.
6. Descobrir como ser bom e não sair abandonando os outros por aí...

Mas impossível mesmo será:

1. Não torcer para que Dan supere seus problemas.
2. Não rir muito com os devaneios dele.
3. Não querer ter um cachorrinho como Howard.
4. Não desejar que a mãe de Dan encontre a felicidade.
5. Parar de ler este livro.
6. Não querer abraçar o livro depois de tê-lo terminado...

"Meus problemas são como ondas - assim que um termina, lá vem outro tentando me derrubar."

Seis coisas impossíveis tinha tudo para ser um livro muito bom. Temas interessantes para serem abordados, personagens que tinham tudo para ser carismáticos e uma historia que parecia ser divertida e emocionante, mas no final deixou muito a desejar por que a maioria dos fatores que apresentou não foi bem trabalhado.

A autora jogou os temas ali, mas não os desenvolveu. O livro foi um bom passa tempo, mas só isso. Não teve um personagem marcante ou um final encantador, não teve emoção.
Fiona Wood acabou construindo um personagem que não tinha as características que ela mesma colocou nele. Ela apresenta Dan como um nerd que sofre bullying, mas os raros momentos em que a cenas onde essas características são colocas em cena você não se convence delas.

Dan acabou sendo apenas um adolescente normal, não tem como ter compaixão por ele no decorrer da historia. Apenas rir com as situações em que ele mesmo se coloca.

A melhor coisa do livro é as lista de coisas impossíveis que o Dan faz, afinal tem como rir com elas, mas só. É um livro que não tem surpresas, tudo acaba sendo previsível demais.

A garota por quem Dan tem um amor platônico é a típica garota perfeita: Bonita, rica, inteligente, popular, mas também gentil e amorosa. Completamente irritante.

Para mim Seis coisas impossíveis foi apenas bom, só não foi ruim porque a leitura foi rápida e teve um pouco de humor. Não sei se minhas expectativas eram altas demais, mas a escrita de Fiona Wood não convenceu.


A diagramação do livro esta muito bem feita. Letra em ótimo tamanho, as folhas não são finas e a cada começo de capitulo a pequenas ilustrações. A capa esta um primor, perfeita para a ideia da historia do livro. Parabéns a editora Novo Conceito pelo trabalho com relação a esses fatores. 

No geral, não leia Seis coisas impossíveis esperando uma historia emocionante ou bem trabalhada. Quem sabe se ler ele sabendo que pode não ser tão bom você se surpreenda.


Acompanhe o blog também em: Facebook | Twitter | Instagram

12 comentários

  1. Ele foi uma decepção pra mim :( Poderia ter sido um livro ótimo.
    Como mencionou, autora jogou os temas ali e ponto :/

    BeijosMil
    www.intheskyblog.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pra mim também. Eu achei que seria uma boa historia e no final: decepção :/

      Beijos

      Excluir
  2. Mesmo o livro sendo mal falado por muitos eu ainda tenho interesse em ler.
    Ótima resenha Bia , parabéns!
    beijos, leeh
    leehlivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. entendo perfeitamente, eu sou assim com alguns livros, por mais que veja muitas criticas negativas tenho que ler para ter a minha visão.

      Beijos

      Excluir
  3. Não conhecia o livro, mas antes de ler a resenha já imaginava que vc tinha achado ele mediano, pela sua nota e a sinopse pretensiosa. Fico muito chateada quando os autores não aproveitam as próprias ideias :( Isso acontece bastante e é o que mais me faz desgostar de alguns livros.
    sete-viidas.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também fico chateada com isso. A sinopse te ilude com o tema e depois ele não é bem abordado no livro :/

      Excluir
  4. Já li outra resenha que dizia que os temas não eram bem desenvolvidos. Uma pena, pois a sinopse realmente chama atenção. Bela resenha.

    Ah, adorei o novo layout.

    Abraço!
    http://constantesevariaveis.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Antes de ler ele eu li varias resenhas positivas sabe, o que me animou mais ainda, mas infelizmente não achei nada daquilo que falaram :/

      Oba *u* Fico feliz que tenha gostado do layout.

      Excluir
  5. Uma das coisas que eu mais valorizo nos livros é ter personagens críveis, reais. Se o autor diz que o personagem é X, mas não mostra como ele é X, o livro perde bastante pontos cmg.

    Bjs

    ResponderExcluir
  6. Gostaria de ler, mas já fiquei decepcionada. E de decepção, já me basta o Bridget Jones: Louca pelo Garoto. Cite mais livros assim. Obriigada! :)

    ResponderExcluir
  7. Oi Bia,
    Recebi esse livro mas ainda não tive coragem de ler. kkk
    Estou numa fase de leituras mais densas, quando eu cair na próxima ressaca literária pego ele pra ajudar :) Não costumo gostar desses toques de humor que os autores dão aos livros =/
    Ótima resenha e bem sincera! Estava mesmo procurando a opinião de alguém que leu esse *-*'

    Beijos ;*
    Mari Siqueira
    http://loveloversblog.blogspot.com

    ResponderExcluir

Leio todos os comentários com muito carinho e sempre respondo, então volte para conferir.

Instagram

Like us on Facebook

About us